Páginas

sábado, 6 de novembro de 2010

Tempestade II

Que o dia nasça mais calmo
Que o riso seja profundo
Que a sorte bata em minha porta
E o sol devolva meu mundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário