Páginas

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Conflitos


As palavras fogem
Escoam por algum vazio
De pontos sem volta
De fins sem demora
Nalgum passo trôpego
Que aniquila a fala
Mas não me devora

Nenhum comentário:

Postar um comentário